S e p a r a r  o  t r i g o  d o  j o i o
     

  
Livraria | Software Finbolsa | Slide show Finbolsa | MetaStock 11 | Cotações por Email

Mapa do site

Curso Online | Loja Finbolsa | Tour Histórico | Links | FAQ

< Homepage | Contactos

  
Painel de Empresa
O essencial para avaliar uma empresa
Tendências
Gráficos de curto e longo prazo de índices/acções
Navegação Histórica
Portugal desde 1983
Espanha desde 1986
Dow 30 desde 1900!
Cotações fim-de-dia
Para 10 mercados e índices
Masterlist essencial
PER, PCF, PBV, Div. Yield e outros rácios essenciais
Análises e Artigos
Análises por empresa
Análises desvinculadas
Artigos desvinculados
An. e Art. mais recentes

Balanços
Balanços e Dem. Res.
Dados Económico Fin.
Dados Trimestrais

Rácios
Económico Financeiros
Económico Bolsistas
Bolsistas

Tabelas Comparativas com exemplos
V.Nominal, NºAcções
Lucros Corrig. e Prev.
Res., C.Flow Operac.
Vendas, S.Líquida
Aut.Fin., Rent., Margem
Lucro/Ac, Div/Ac, Prod.
C.B., E.V., EV/EBITDA
High, Low, YtoDate
Volati., Beta, Intraday

  
Participe na Competição Global!
  
  
DOCUMENTAÇÃO DE SUPORTE

Significado e Interpretação dos Rácios Bolsistas

Os Rácios Bolsistas são os que constam na tabela da página anterior.

Estes rácios não dependem de dados de balanço, só de dados bolsistas e podem, por isso, ser calculados para valores diferentes de acções, como índices. Note que pode ver estes rácios nas Masterlists, de uma forma que facilita as comparações entre empresas.

Incluem a Cotação Mais Alta, a Cotação Mais Baixa e a Cotação Média do período de 24 meses referido. Um "E" indica cotações em euros. A Variação da Cotação mostra quanto a cotação variou em percentagem, entre o início e o fim do período, mas corrigindo dos splits que o valor sofreu durante o período. Ela dá uma ideia imediata da performance da acção nos últimos 24 meses. O Turnover Médio por Sessão (média dos turnovers diários ou produtos cotação - quantidade) indica mais ou menos a liquidez do título no período. Se notar que este valor aumentou consideravelmente nestes 24 meses, pode ser um sinal de que a empresa está a despertar mais interesse. A Frequência de Transacção é outro bom indicador de liquidez, indica a percentagem de sessões de Bolsa em que a acção transaccionou. Prefira valores acima de 97%.

O Número de Splits indica quantos splits houve no período e tem um mero valor indicativo.

A VIDM - Variação Intraday Média é a média diária das diferenças percentuais entre Máximo e Mínimo do dia. Acções com uma VIDM maior (5% ou mais) serão mais propícias ao day-trading, naturalmente. Geralmente isso também está correlacionado com maior Volatilidade.

A Volatilidade e o Coeficiente Beta calculam-se ambas por um processo estatístico que começa por dividir o período em muitos  períodos mais curtos (de 10 sessões de Bolsa cada). Em cada um deles calcula-se a rentabilidade (variação da cotação) da acção ou valor e a rentabilidade de um Índice de Referência, geralmente o índice mais usado no mercado em que se está.

Depois calcula-se o desvio-padrão das rentabilidades da acção. Esse valor é a Volatilidade. Indica simplesmente se a acção tende a variar muito ou pouco ao sabor de notícias e acontecimentos, se é volátil. Para investimentos especulativos, escolha acções de alta volatilidade que estejam numa descida recente, poderão voltar a subir, mas será bom complementar este critério com sinais da Análise Técnica.

O Coeficiente Beta calcula-se como a covariância entre as rentabilidades da acção ou valor estudado e do Índice de Referência. Se for maior que 1, a acção tende a subir mais que o índice quando este sobe e a descer mais quando este desce, ou seja, é mais "nervosa" ou "agressiva". Se for menor que 1, tende a subir ou descer menos que o índice em cada lanço de subida ou descida deste, logo temos uma acção "defensiva". Um Beta negativo (muito raro) indica uma acção "contra-ciclo", sobe quando o índice desce e vice-versa.

Se você deseja investir num bear market à espera de um rebound, escolha acções de Beta alto, poderá obter ganhos acima da média se houver esse rebound. Poderá também usar o Beta para estratégias de segurança. Faça a sua própria lista de acções defensivas e agressivas, com base nos Betas. Num mercado altista mantenha-se investido em acções agressivas, usufruindo das mais-valias. Se o mercado subir muito e temer uma correcção, mas não desejar tomar a decisão drástica de ficar de fora, tome uma meia medida: venda as acções agressivas e substitua-as por acções defensivas. Assim, se houver correcção, a sua carteira cairá menos que o mercado, se não houver continuará a ter ganhos; terá sido uma forma de segurar a carteira.

Clique aqui para voltar à página dos Rácios Bolsistas

Se estiver interessado, consulte a nossa Lista de Bibliografia Relevante.